Se você tem um filho em casa, vai concordar que criar uma criança exige paciência, fazer escolhas e tomar atitudes a todo momento. A pior parte é que você não recebeu nenhum manual de instrução e dificilmente vai descobrir a curto prazo se está seguindo o caminho correto.

 

           O que você não sabe é que existe uma ferramenta que facilita todo o processo:

           

O CONHECIMENTO.


 

          Clique aqui e conheça os 5 Erros que você pode estar cometendo na educação do seu filho.

 

 

          Pense bem: além de paciência, cuidar de uma outra vida exige empatia. E saber o que vai acontecer ao longo do desenvolvimento do seu filho torna a ação de se colocar no lugar dele muito mais fácil. Assim, entender o seu papel como pai/ mãe naquele processo se torna menos complexo e, consequentemente, as escolhas são feitas naturalmente.

 

          Neste artigo, vamos te ajudar a conhecer um pouco mais do seu filho, mostrando as 4 principais fases do desenvolvimento infantil na primeira infância (0 aos 6 anos).


          Preparado? Antes, só precisamos esclarecer algumas coisas:

 

          O desenvolvimento infantil não é exato e pode ocorrer de forma diferente para cada criança. Além disso, ele não acontece de forma linear e as mudanças ocorrem de modo gradual, em períodos contínuos que vão se sucedendo e se sobrepondo. E é justamente por não ser linear que, ao longo do seu crescimento, a criança experimenta avanços e retrocessos.

 

          Por isso, cabe à escola e à família, em um trabalho conjunto, conhecer e respeitar cada passo do desenvolvimento infantil. Confira:


  • FASE ORAL (geralmente ocorre do 0 aos 2 anos): é uma das primeiras fases do seu filho. Como ele sabe que a gengiva é uma região sensível, entende que ali vai encontrar uma nova sensação/ prazer relacionado aos objetos que estão na sua frente. É uma época onde tudo é novo e, por isso, ela quer levar tudo à boca para poder sentir. Além disso, os primeiros dentinhos do seu pequeno estão nascendo, causando maior sensibilidade da criança na parte oral.

 

          Estímulos na infância: nem muito nem pouco. Será que você está acertando? Clique aqui e descubra!

 

  • FASE ANAL (geralmente ocorre no período do desfralde da criança): é o momento do desfralde, e nesse momento o seu filho vai conseguir controlar os esfíncteres. Para ele ir ao banheiro sem precisar da fralda, deve mobilizar as pessoas a sua volta. Assim, a criança percebe que pode dominar o meio a partir das suas vontades. Para chamar atenção, a criança pode ignorar que sabe controlar os esfíncteres, retardando o desfralde.


  • FASE DAS MÃOS/ TATO (ocorre após o desfralde, geralmente entre os 3 e 4 anos): Sabe quando o seu filho não quer mais morder o coleguinha e simplesmente tira algo da mão dele? É porque ele já passou pela fase oral e descobriu o seu poder de influência. Aqui, você deve ensinar sobre limites e o espaço do outro. A partir daí a criança entra na fase de “eu quero”, “eu posso”, “eu vou”. Por isso é importante trabalhar explicitamente as limitações e responsabilidades.


  • FASE MENTAL (geralmente ocorre dos 4 aos 6 anos): A partir desse momento, o seu filho entende que as suas vontades podem ser ouvidas e são. Agora, a criança está extremamente observadora, mas inquieta, questionando tudo e todos. A agitação também está bastante presente nessa fase, e os pais precisam ter paciência para repetir as regras e limites impostos pela casa. Ao mesmo tempo, a criança começa a demonstrar entrosamento na rotina da família e procurar modelos nos adultos, começando a “imitá-los” (seja nas brincadeiras, forma de falar...) com frequência.

 

          Ficou com alguma dúvida? Bom, então o nosso e-book “As 4 fases do desenvolvimento infantil” pode responder. Clique aqui e baixe agora! ;D